quinta-feira, 13 de julho de 2006

lágrimas


autor desconhecido

lágrimas nem uma

magoam se de dor
enganam se de riso

nem frios pingos de suor
palpitam pálpebras pálidas

pontes da morte e da vida
finais pontos interrogações

e
o que passeia por ti
adormece cá dentro

daniel

12 comentários:

Cherry Blossom Girl disse...

Lágrimas que servem para lavar a alma. Sejam de alegria, sejam de tristeza, são a libertação da alma.

Lágrimas tuas,
gostaria eu de um dia guardar para mim
pois sei que nelas encontro a tua essência.

Beijinho
***

daniel sant'iago disse...

"cherry..."!
Esse... o teu lado das lágrimas!
Mas há momentos na vida para engolir as lágrimas... sobretudo quando pontes para a vida!
Estas guardo-as para mim. Fazem-me falta!
Desculpa!

Outro.
daniel

della-porther disse...

Dan

Esse texto...lembrei que muitas lágrimas derramei durante um tempo que não sei quanto tempo foi, porque foi tempo demais...mas lágrimas só de riso...nesse tempo de agora.
Gostei, como sempre...o jogo com as palavras.
Gosto de estar aqui.
beijos

Martha disse...

lagrimas de sorriso podem fazer sofrer outrem...como tu dizes enganam...as lagrimas serão sempre lagrimas e nao há quem mude esse triste final...um beijinho

daniel sant'iago disse...

"della-porther"!
Tempo de lágrimas...
Obrigado!

Outros.
daniel

daniel sant'iago disse...

"martha"!
Olá! Bem-vinda! Regressa sempre que quiseres.
É... quer visíveis quer escondidas!

Outro
daniel

sophie disse...

Se eu lembrasse dos caminhos que passei...
Não vou dizer o que quero ou o que não quero,
o fluxo da vida não permite qualquer negociação.
As pessoas vão e vem, e nunca estão na direção,
é a vida quem determina o que se tornarão,
se algo bom ou ruim, se continuarão, ou não...
Somente quando procurar o inexistente
Caminho que as trouxeram, é que verão,
que não sabem o que foram, nem o que são...

E assim a vida vai indo em sua compulsão
não se importando com os pífios mistérios
que sobre ela inventaram e ainda inventarão...
E são tantos seus produtos de interior
hemiplégico... que são aleijados, eles são...
E uns se acham muito estranhos, desconexos...
Todavia, esses é que mais da vida obterão,
não o entendimento das coisas, isso não,
Mas aquilo que embaça, a Grande Solidão...

daniel sant'iago disse...

Olá, "sophie"!
Seja bem-vida! E regresse sempre que desejar.
Obrigado pelo seu texto que hei-de ler no seu "momento_final"! Aqui, perdido entre comentários, perde visibilidade.
O conteúdo ganha substancialmenet à forma...
Obrigado!

daniel

lisa disse...

Bonito este brinco de lágrima.

Beijo.

daniel sant'iago disse...

"lisa"!
Obrigado!

Outro.
daniel

Choninha disse...

Lágrimas; muitas qdo tem d ser! O q passeia por mim morre à beira do mar, nunca adormece dentro d mim!

Falo, d falar, d mim

daniel sant'iago disse...

"choninha"!
Bem-vinda!
Uma boa escolha.... para morrer.

Daniel