quinta-feira, 21 de dezembro de 2006

palavras que sou


recorro aos bolsos

nada

socorro-me do que sou
palavras num caos de babel

não me matem as palavras
que morro

daniel

"not the words"
patricia gooden


29 comentários:

O'Sanji disse...

Daniel,
Às vezes as palavras parecem ser assassinadas. Mas não morrem enquanto houver "texteiros" como tu!
Um beijo

maria josé quintela disse...

ainda que as palavras não sirvam de prova
entre duas nuvens todo o azul me basta...

daniel sant'iago disse...

o'sanji
E se as ressucitássemos?
Outro.

maria josé quintela
Bem-vinda!
Acredito... mesmo sem provas...
Bastam-me as (tuas) palavras!
Beijo.

além mar... disse...

sem palavras....

Mel disse...

"Não me algemem as palavras
que a alma treme e geme, ferida.
Deixem que se soltem loucas,
da boca
e se contenham envoltas
apenas na seiva da saliva ....
Soltem as palavras
que são lava na madrugada!"
(Mel) www.noitedemel.blogs.sapo.pt

**
Não sei se registou (desapareceu), por isso deixo de novo os meus votos de Feliz Natal!
Um abraço

daniel sant'iago disse...

além mar
Sem...

mel
Faces dum mesmo prisma...
Xadrez num jogo de palavras...
Eu gostei muito!
Outro.
**
PS: Não há "link" para o teu blog...
Que o seja... e muito... feliz!

além mar... disse...

sem chances??????

APC disse...

"Não me matem as palavras", porque todas elas são um só e esse é delas! :-)
As palavras nunca se te morrerão, porque todos os dias te acontecem, brotam e florescem. Sei do medo e do fado de um Criador... De Criar Dor. Mas essa cria ainda mais e mais palavras e novas pontes.

"Não me matem, as palavras" -Quando as nossas palavras são as tais, as fatais, matam-nos sempre qualquer coisita, mais que não seja a esperança. Mas o segredo das palavras é que podem ser mágicas: por vezes basta uma, e a gente ressuscita! :-)

E eu gosto das tuas, Daniel.
E gostei tanto de aqui vir!
Estou a despedir-me, sabes? De "até já", talvez. E estou a agradecer-te. E a desejar-te Boas Festas, mas não as da época; as da Vida!
Ficam estas poucas palavras, e muito nelas! :-)))

Grande Abraço, excelso Palavreiro!

hfm disse...

e que palavras! belo!

daniel sant'iago disse...

além...
Sim... sem!
Adeus!

apc
Desde que teclo por aqui... que estranho... sempre... os laços que se (não) criam... sem ter do interlocutor outra coisa senão a alma que lemos no que escrevem...
Como se fosse possível ser pessoa sem conhecer a cor dos olhos...
Vão e vêm... Vêm e(m) vão!
As palavras aquecem e arrefecem...
Chamem-lhe empatia ou amor! Pouco importa a palavra se se declara...
Tens toda a razão: publicar... aqui ou ali... é uma aventura de coragem!
Creio que nunca escrevi um recomentário tão longo...
Já tenho saudades tuas!
Boa viagem!
Espero-te no regresso!
Outro do mesmo tamanho!

Daniel Sant'Iago

hfm
Transportam-me...
Abarco.
(Não me enganei a escrever...)

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Que o sorriso brilhe como uma estrela de felicidade no teu rosto, hoje, amanhã e sempre…

..................*
................**,**
.............*****,*****
...........*******,*******
....*********,,,,,,,,,,,*********
..********,,,Feliz Natal,,,********
....*********,,,,,,,,,,,*********
...........********,*******
.............*****,*****
................**,**
..................*

Que a Amizade, o amor, a saúde, a felicidade, esteja sempre presente no brilho do olhar.
Beijinhos

daniel sant'iago disse...

nadir
Retribuo... com carinho!
Outros.

mnemosyne disse...

Palavras...sob a face neutra cada uma tem mil faces secretas...a língua fabrica, os dedos tecem, o fogo acende o pulso do poema.
Um beijo

daniel sant'iago disse...

mnemosyne
Os milagres das...palavras.
Um outro.

marquee gianni disse...

boas festas!!!
:)

daniel sant'iago disse...

marquee
Muito obrigado!
Óptimas... para ti!

além mar... disse...

uma palavra....ADEUS

Só eu... disse...

Há palavras que têm um único significado. E não ficam entaladas na boca! ;-)
Beijo

daniel sant'iago disse...

só eu
... e se entaladas... podem engasgar e sufocar!
Só tu...
Outro.

goticula disse...

Palavras majestosas.
Desculpa a minha ausência...trab...trab...
Desejo-te umas boas festas.

beijinho querido amigo.

*Belynha* disse...

Tu és feito de palavras,
Pequenos tijolos de letras que compõem a tua torre de Babel,
Alicerces deste teu dom de texteiro de prosa poética e poeta de textos em prosa...

...eu sou mais pela imagem,
pelas conversas mudas olhos-nos-olhos,
pelos jogos de cores e de luzes...

Porém...
«o essencial é invisível aos olhos»...
...e acho que é esse que me mata, se me faltar.

Boas festas!!!

daniel sant'iago disse...

gotícula
Palavras...
Desculpar-te porque trabalhas?
Nem pensar nisso... mesmo que tal signifique a tua ausência...
Outro... também muito.

*belynha*
Com palavras... com imagens... com silêncio... desde que se ame!
Óptimas... para ti!
Beijos.

della-porther disse...

Dan

nesse feriado...paz e alegria..amor e compaixão...
luz e serenidade

fica bem amigo(a) querido(a)

beijos carinhosos

della

Micas disse...

"A palavra é o desejo do espaço e o espaço do desejo/ para que tudo o que em nós é confuso e vago/ se transforme em leve arquitectura/ com janelas para o mar ou campos ondulados" - "António Ramos Rosa in As Palavras"

A ti, arquitecto das palavras, um grande Bem Haja.

Aproveito para desejar um Natal pleno de amor e paz para ti e todos os teus. Que 2007 te traga tudo o que mais desejares.
Beijo

non disse...

:)

Felizmente ainda ninguém detem o poder de matar as palavras.

Boas Festas!

Bjs :)

daniel sant'iago disse...

della
Tudo de muito e bom para ti!
Outros também!

micas
Como os poetas se distinguem dos texteiros...
Muito obrigado!
Para nós... a esperança!
Beijos.

daniel sant'iago disse...

non
Olha que não tenho tanta certeza...
Há por aí uns censores subtis...
Muitas e óptimas para ti!
Outros.

papel life disse...

Nunca deixou de haver nem deixará, censores.

A mim não me calaram. Sería agora? Não.

:)

Non

daniel sant'iago disse...

papel life / non
Tens razão!
O importante não é calarem-nos...
Será calarmo-nos!
Um beijo.