quarta-feira, 28 de março de 2007

ar_risco_s


"sem título"
de emerenciano


traço
uma linha contínua sob o indicador

ponte
entre dois pontos do teu corpo

esboço
de um romance por escrever


fragmentos
de sargaços na areia

riscos
dos roços sobre os ossos

poços a beber


Daniel Sant'Iago

17 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

Pontos,traços,linhas e riscos.

Talvez o que nos une a todos...

bjinhos

Isabel disse...

Poços a beber ansiando quem nos beba
Poços ansiando quem nos encha
Poços ansiando quem sobre n´s se debruce e dentro de nós se deixe cair____________________ e ficar

Lindo este teu traçado de palavras __________________________________

poço sem fundo_______________ tu

Cherry Blossom Girl disse...

"...entre dois pontos do teu corpo
esboço
de um romance por escrever..."

Já tinha saudades da tua escrita Daniel
Beijinhooos
***

lena disse...

Daniel meu querido Poeta

um traço, um risco...

um risco de vida...

a ponte tem entrada e saída

na areia os rabiscos são engolidos pelo mar

adormeço sobre o risco!

palavras traçadas por ti que se bebem com prazer


delicio-me entre traços

um abraço cheio de carinho

beijos Poeta

lena

Estranha pessoa esta disse...

São os melhores bebidos

daniel sant'iago disse...

vela
Desde que nos unam...

isabel
Sou...

cherry...
E eu... saudades da tua presença.
Eu______um preguiçoso sem tempo.
Desculpa.

lena
Traços... da vida... no mar ou em terra.

estranha...
Desde que sem fundo...

Maria P. disse...

a...risca, bebe.

Um beijo.

daniel sant'iago disse...

maria p.
Bebo... com sede!
Mas não arrisco!

maria josé quintela disse...

podes traçar. podes arriscar. eu bebo.

APC disse...

Arriscamo-nos a cair nos poços, por sede de risco, de voo, do toque no fundo e do sabor das suas águas. Parece-me que as contrapartidas falam por si. De riscos é feito o traçado da vida, o vivido tragado (em tragos e em Tragus). Assim é a Tragédia da vida: feita de risco e transgressão. Excelente, Daniel!

princesa disse...

o indicador que

... olhou a ponte
... uniu os dois pontos...
o romanca escreverá!

*** ***

... amei o ar puro, o risco eminente de S.Pedro e os roços sobre os ossos.
Alguma dor com amor é prazer.

*** ***

Então aqui fica, para que não resistas à cede!


+1 Daniel

daniel sant'iago disse...

maria josé
Não vale...
Eu arrisco e tu bebes ?

apc
Tragu_ei-te o comentário...
Excelente!

princesa
A sede... mata!

Moura ao Luar disse...

Beijo doce...

daniel sant'iago disse...

moura ao luar
Bem-vinda!

della-porther disse...

Dan

lindo. lindo texto.

passei pra deixar-lhe um beijo

della

aida monteiro disse...

que bom foi hoje chegar
e ser assim recebida:
líndissima a música:)

«por vezes uma sede de silêncio. outras, uma fome escrava de palavras»

Um abraçinho.

daniel sant'iago disse...

della
Obrigado.

aida monteiro
É... o contraste próprio de quem vive.