sábado, 24 de março de 2007

para um dia
de muito vento


*
vens do vale
vendaval
ventania de emoções
...
e
uiva
meu amor

*
"wind blown"
jennifer matla


(Este texto encontra-se publicado...

... no meu livro)

18 comentários:

Maria P. disse...

Gosto de vento, forte.
Gosto do teu.

Um beijo.

daniel sant'iago disse...

maria p.
Solta emoções...

un dress disse...

viajar no vento

pra onde?




(se tudo à minha volta

ar.de ago.ra...?)


lindo.aqui.oásis.

beijO

daniel sant'iago disse...

un-dress
Para dentro de ti?
Gostei do "brinco"... ar-de ago.ra!

lena disse...

Daniel meu querido Poeta

viajo nessa ventania de emoções
deixo-me levar, conduzida por palavras tuas

e

escuto o cantar do vento...

bailo sem medos no [a]mar

entre gritos esfumados...

abraço-te com muito carinho

beijos

lena

daniel sant'iago disse...

lena
Boa viagem... no vento!

PS: O meu livro segue na segunda-feira, pelo correio, à cobrança, dedicado e autografado... tudo como pediste.
Boas leituras.
E tu? Quando publicas?

as velas ardem ate ao fim disse...

Que venha o vento...estou aprecisar de uma ventania qualquer...

Boa semana

Maria P. disse...

Solta emoções e desalinha sentimentos...

Beijo domingueiro*

lena disse...

Daniel, querido Poeta

não escrevo para editar. escrevo o que quero e como quero, é difícil lerem-me ou gostarem do que escrevo

ler muito é um dos meus maiores prazeres, o primeiro é o mar, a escrita vem com uma necessidade de deitar fora de mim, mesmo em metáforas, sentimentos e imagens ou resididos de visão

terei o maior prazer em ler-te.

já li este blog todo, ter o livro é ter as tuas palavras deste lado de cá e sentir

obrigada!

um abraço meu

beijos

lena

vida de vidro disse...

E se faz falta uma ventania de emoções! Agita as ideias mortas... :)**

gabriela r martins disse...

odeio o vento ,mas gosto ,demasiado ,desta tua ventania

contrasensos de quem começa a perder a sanidade ( se alguma vez a teve !!!!! )

beijos

nana disse...

......

Conceição Bernardino disse...

Olá,
Dedico-te este poema magnífico da autora “Maria Petronilho”
Com uma bela semana...

Deixar Passar a Poesia

Abrir a voz.
Deixar passar a transparência
Como quem quer matar a sede

Na fonte a mão escorrendo água...

Do livro: Nas Asas do Mar

Beijinhos
ConceiçãoB
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

Luís disse...

Mais um poema com a força de uma ventania. Assim nos soltas os sonhos e a capacidade de transpor os gabinetes, salas ou quartos onde nos sentamos a ler-te.

Borboleta disse...

Adorava que o vento me levase...que me fizesse voar bem alto...*beijinho*

daniel sant'iago disse...

vela
Que se soltem os ventos...

maria p.
Também...

lena
Seguiu tudo como pediste...

vida...
Agitar... agita!
Convém é não ser em demasia...

gabriela...
Falaste de sanidade? Foi mesmo isso que escreveste?

nana
Bem-vinda!
???

luís
Ainda bem...

borboleta
... e te descesse devagarinho.

APC disse...

Jisas!...
Ventania que enebria.
Assim chega a [e]mo[n]ção!

daniel sant'iago disse...

apc
Haverá... por aí... um bisturi para as palavras?