segunda-feira, 23 de outubro de 2006

as palavras que eu sou


"book transforming itself into a nude woman"
salvador dalí


as páginas do meu livro
sobrevoam as árvores nuas

num outono
de torturas que o inverno cobre
de manchas
da tinta dos rolos
que me trituram o corpo
impresso aos pedaços

as
palavras que eu sou

daniel

12 comentários:

Rooibos disse...

Até parece que combinámos! Passa pelo meu cantinho e repara na Vida das Palavras...
Beijo

Secreta disse...

As palavras que tu és , pq com palavras te desnudas.
Beijito.

al-jib disse...

há muito que Gutenberg inventou a imprensa

desérticos bêjes

ailéh disse...

forte e intenso.. beijos

Micas disse...

A "secreta" já escreveu o que eu estava a pensar, as palavras são o sangue que te corre nas veias e te escorre pelos dedos.
Intenso e lindo.
Beijo

goticula disse...

Já tinha saudades tuas, querido amigo.
Belo texto.

danielle disse...

"as palavras que eu sou" vivem confusas, mas cheias de certezas...

beijos

nina sem medo disse...

sempre belas as palavras tuas

Lilliput disse...

se as palavras do teu livro sobrevoam as arvores nuas, já sei que iremos ter um outono rico em poesia!
bijos

Estranha pessoa esta disse...

São torturas de manchas?
Ou, manchas de torturas?

daniel sant' iago disse...

Duas gaivotas voaram... agora... sobre o meu terraço... em terra.
Muito obrigado pelos comentários!


daniel sant'iago

Salto Angel disse...

Bonitas palavras que compõem este Poema/ que tem compõem...

Abraço.