quarta-feira, 3 de janeiro de 2007

Ai... a vírgula... a vírgula!




É a vírgula um sinal de pontuação.

Um ponto redondo
com um apêndice.
Curvo. Para
baixo e para dentro.
Uma insignificância!

É a vírgula uma palavra.
E, como
todas as esdrúxulas, acentuada.
Graficamente.
Um acento agudo. Um sinal!
Simples. Etéreo. Delicado.
Uma excrescência!

Uma excrescência sobre uma insignificância!
Um quase nada sobre um nada quase sem importância!

Por desmazelo, omiti a excrescência.
E a insignificância perturbou-se...

A vírgula passou-se... a vir com gula!

Estas pequenas coisas tão importantes!

daniel

19 comentários:

Mário Henrique disse...

Tão importantes...
que ocuparam o país político, durante dias, há uns anos atrás.
Pelos vistos,
a vírgula tem poderes.
Pelo menos,
o de poder alterar o sentido.

Bom 2007 com muita inspiração, mesmo que (ou especialmente) com poucas vírgulas.

dreams disse...

enquanto as vírgulas alteram o significado, as reticências dizem o que não se consegue dizer...

saudades de te ler...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

as velas ardem ate ao fim disse...

Eu a vírgula!


A vírgula é uma pausa curta
sem grande importância,
que pode ser esquecida
como uma folha levada pelo vento.

Já os pontos de interrogação
vasculham o ser das coisas,
como se isso fosse possível...

Reticências é uma forma de ocultar
o que não se quer dizer
ou não se sabe...

O ponto de exclamação é a experiência ,
o sabermos tudo
dizendo-o convictamente...

O ponto final ,
pertence a uma categoria de sinais
que está além do tempo e além da vida.

Sou uma vírgula ...

Escrevi este texto no meu blogge a 4.9.06.

Reticencias de bjos para ti, ie, hoje são 3.

Micas disse...

Pois é, pois é, ninguém dá nada por ela e os poderes que ela guarda...

Beijo

Daniel Sant'Iago disse...

mário henrique
Pois foi...
As tais coisas pequeninas...
Como é que alguém dizia?
"Muito pouco... Do tamanho duma asa duma mosca - bébé !"
Referia-se à desafinação no coro...
Pois é!
Um abraço!

dreams
Verdade... Costumo repetir que as reticências são o espaço de quem nos lê.
Quanto às vírgulas... essas coisas pequenas... tão importantes!
As saudades... matam-se! E as minhas têm raízes para arrancar com dor!
Um beijo.

as (tuas) velas...
Somos "vírgulas"... todos... com muita importância para.
Quase que esgotavas os sinais da nossa pontuação...
Um beijo com um sorriso, "vírgula"!

micas
O poder... o Poder... os poderes!
Tão pouco para tanta a importãncia da... vírgula e do acento... agudo!
Outro.

Principios&Fins disse...

Só há muito pouco tempo descobri este espaço. Queria felicitar pelas pedras preciosas que vem largar ao mundo. Obrigado pelos bocadinhos de originalidade, que somados dão um espaço maior que o mundo… entram no espaço das ideias e sonhos.

daniel sant'iago disse...

princípios & fins
Bem-vinda!
É só um blogue... com textos... brinquedos que partilho.
Com um beijo.

gabriela r martins disse...

ainda não percebeste que as coisas mais importantes são as pequenas coisas tão importantes como uma vírgula e um ponto final
( parágrafo? )

ehehehehehhe

um beijo ( bem comportado )

Mnemosyne disse...

Pequenas coisas que fazem toda a diferença...
Beijo

Daniel Sant'Iago disse...

gabriela r martins
Enquanto não te decidires a incluir as pequenas coisas... dos sinais de pontuação... não te respondo!
Um dia... conto-te a história da cedilha!
Um beijo comportado!

mnemosyne
E esta... é só uma vírgula e/ou um acento...
Outro.

Cherry Blossom Girl disse...

Daniel:
Passei para te desejar um 2007 mágico.
Pontos e vírgulas à parte, continua a tua boa escrita da qual eu tanto gosto.

Obrigada por todas as palavras.
Beijinho e Xi
***

Poemas e Cotidiano disse...

Daniel, um dia fiquei pensando, se nao houvessem as palavras, as escritas, as regras...como nos comunicariamos? Ja somos tao falhos na nossa escrita, as vezes passando uma ideia tao diferente do que queremos dizer (ja notou?).
Se nao tivesse palavras, virgulas, reticencias, pontos de exclamacao, interrogacao, paragrafo, o que seria? Como ficariam os pensamentos "entre aspas"?
Adoro suas poesias. Simplesmente ADORO!
Voce escreve belamente meu amigo!
Eu digo: belamente! Diferente! Uma reflexao que foge do "normal". (O que seria normal?).
Beijos, te gosto moooooooooito!
MARY

daniel sant'iago disse...

cherry... girl
Obrigado... eu !
Cheia de Esperança para 2007 e seguintes ?
Outros.

mary
Estava a ler-te... e... o teu teclado não permite qualquer acento. E percebi tudo!
Se te ouvisse... e não te visse... precisava da tua entoação para te entender correctamente.
Se te visse... provavelmente... poderia ser surdo.
Outros. Eu... também!

Anónimo disse...

E assim ficamos a saber que até uma simples vírgula pode ser acometida pelo pecado da gula.
Ficará então ainda mais redonda, e o apêndice correspondente ainda mais curvo.
De repente apetece-me recomendar caminhadas diárias a todas as vírgulas do mundo. Como ficariam, se menos redondas e com apêndices menos curvos (ou mais direitos...)?
Talvez esta simples alteração na morfologia das vírgulas viesse contribuir para a beleza dos textos escritos...
Assola-me uma dúvida: como lidariam os "profs" de Português com a nova vírgula, em situação de sala de aula... e porventura noutras?
Um abraço, Daniel! Que continuem os bons textos, sempre com espaço para quem lê.
M

Cordda disse...

Santiago

a vírgula condena ou absolve.



cordda

non disse...

Bom trabalho. :)

(essa vírgula, a mesma que muitos já nem sabem usar...)

Bjs

daniel sant'iago disse...

anónimo
O teu comentário atinge, biologicamenete, o mais íntimo da vírgula...
Nem sei que te diga...
Talvez a vírgula saiba.
Outro.

cordda
O tal pauzinho na engrenagem...
Um abraço... cordda(to) !

non
Um trabalhão... para um sorriso!
A "Lei-do-Menor-Esforço" tem tanta força... que... muda uma língua... desde que viva!
Outros.

APC disse...

Porque são as pequenas coisas que permitem as grandes coisas.

daniel sant'iago disse...

apc
Convinha ir relembrando... a cada pequena coisa.
Beijo.