domingo, 21 de janeiro de 2007

aos domingos - 21 de janeiro

passo

a passo paciente
piso-me
pela via-sacra da paixão
o sofrimento

daniel
"eulalie"
lili dujourie


21 comentários:

della-porther disse...

Dan

seres vivos? sim.
sinto.


beijos

della

Principios&Fins disse...

Depois de algumas conversas e de muito debatermos à volta do teu poema “atalho”, acho que este é mais um acrescento á tertúlia. Vale tudo a pena, mesmo quando o sofrimento vem e queremos que acabe de uma vez. Mas quanto maior o amor maior o tempo de sarar feridas. Acho que o importante é nunca perder a esperança e viver cada experiência como única… mesmo que no momento do sofrimento não se veja luz.

Obrigado pela experiência de ler os teus poemas individualmente e pelas horas de tertúlia junto dos poemas.

maria josé quintela disse...

É bom que pises o sofrimento. A paixão não!
Um beijo

Micas disse...

Deixo-te um poema em forma de comentário, de um escritor brilhante e que eu adoro.
"Um dia, nasceu na sua alma, o desejo de esculpir a estátua do “Prazer que dura um instante”. E se foi, por esse mundo, á procura de bronze, já que as suas obras, só as concebia em bronze.
Mas o bronze do mundo inteiro havia desaparecido, e não se encontrava em nenhum canto da terra, não fora ele, o bronze da estátua da „Dor que sofre por toda a vida“
Tinha sido ele, com as suas proprias mãos, quem tinha esculpido essa estátua, colocando-a sobre o túmulo do unico ser que amou, em toda a sua vida. Sobre a pedra tumular da sua amada, colocou aquela estátua, que era criação sua, para que fosse prova do amor, do homem que não morre nunca, e, como simbolo da dor do homem, que sofre para toda a vida.
E no mundo inteiro, não havia mais bronze, apenas o daquela estátua.
Pegou então na estátua que havia criado, e entregou-a ao fogo, para que se fundisse.
E, com o bronze da estátua da „Dor que sofre para toda a vida“ esculpiu a estátua do „Prazer que dura um instante“. „Oscar Wilde"

Um beijo

gabriela r martins disse...

e quando chegares ao Calvário ,faz o percurso ao contrário ... vale a pena ... a paixão

um beijão.

( bah! rimei )

daniel sant'iago disse...

della-porther
Por vezes... também me parecem seres vivos... as palavras!

daniel sant'iago disse...

princípios&fins
Agradável conversar... mas mesmo muito.

daniel sant'iago disse...

maria j quintela
O que me seduziu... para este texto... foi a origem... o étimo... das palavras "passos... paciente... paixão".
A mesma raiz... o "sofrimento"!
E, podíamos, passar (-nos) por compatível... passional......
Paciência!
;-)

daniel sant'iago disse...

micas
Delicioso este momento que passei... ao ler (-te)!
O que tenho aprendido contigo...!
Este texto foi escrito em Novembro passado... um mês muito difícil... e que tu também já viveste... há menos de um ano.

daniel sant'iago disse...

gabriela r martins
Rimamos... todos.
Remamos... todos para o mesmo lado!

Zedlav disse...

Daniel

Para quê palavras, gostei
Zedlav

daniel sant'iago disse...

zedlav
Feliz... por isso!

Zedlav disse...

Daniel

Ainda bem
Posso colocar um link dos seus Brincos no meu blogger?


Um abraço
Zedlav

daniel sant'iago disse...

zadlev
Claro!
Mas eu também gostava de ter acesso ao seu blogue...

Zedlav disse...

Daniel

com pergaminhos
em salazar escrevi
por estes caminhos
com cacimbos me perdi

Chegue até lá com esta quadra, se conseguir ofereço-lhe um algodão doce
Abração

Zedlav

Zedlav disse...

Daniel

Ups esqueci-me de lhe agradecer

Zedlav

daniel sant'iago disse...

zedlav
Sabe-me a algodão doce... de Angola.
Será... "Valdez"?
De nada!

Zedlav disse...

Daniel

Será...
Fiquei impressionada hoje, como não acredito em milagres, será que é super dotado ou foi passarinho verde que cantou?
Um abraço Daniel
Zedlav

daniel sant'iago disse...

zedlav
Será melhor começares a acreditar em milagres... já que acreditas em passarinho verde que (me) terá "cantado".
Um dia, dir-te-ei como cheguei à leitura do teu "Pergaminho"...

Zedlav disse...

Daniel

Facíl, têmos uma amiga em comum não é?E ela no blogger dela tem o meu fio lá e agarrando na 1ª frase foi só seguir
Gostou um pouquito, ou nadica de nada
Um abração

Zedlav

daniel sant'iago disse...

zedlav
Quase assim... mas sem "denúncias"!
Beijo.