quarta-feira, 12 de abril de 2006

ais


chema madoz

apetece-me ser deusa de tons
para uns ais palavra escrita
preciso do outro louco de ti
para jogar o jogo do tom que
a palavra escrita ai não tem

o brinquedo é ai interjeição expressão
...
primeiro o ai-de-suspiro
...
isso assim

agora o ai-de-dor
...
isso assim

por fim um ai-de prazer
...
pára pára pára páára jáá
isso assiiim ...
sim acabou o jogo do tom

fim


(Este texto encontra-se publicado...

... no meu livro)

4 comentários:

O'Sanji disse...

Também a mim me apetece roubar-te os "ais"! ;-)
Obrigada pelas tuas vis(i)tas!
Bj

anna daniel sant' iago disse...

Tu nem precisas de roubar qualquer dos "ais" pois brincas como eu.
Beijo.
anna

Micas disse...

É incrivel a maneira como brincas com as palavras. Sempre que vos leio, fico sem "elas", as palavras, para vos comentar, Magníficos.
Aproveito para vos deixar um beijinho com votos de uma boa Páscoa.

anna daniel sant' iago disse...

Os "Brincos..." nasceram para jogar com a palavra, para recriá-la como brinquedo de adulto.
Beijo "amendoado".
anna

Nos "Brincos...", o adulto recreia-se, monta e desmonta, cria e recria a palavra. Assim ela o permita...
Uma amêndoa beijada.
daniel

PS: Obrigada... Obrigado. Muito!