sábado, 22 de abril de 2006

contradição


chema madoz

não sei
se te ame
se te esqueça

sei que te amo
mistério...


sei que te esqueço
escondida...

amo ou esqueço?

(Este texto encontra-se publicado...

... no meu livro)

6 comentários:

Ima disse...

Desta vez sou eu que não resisto a roubar-te...

ailéh disse...

eu amo...
um destes dias serei eu a ladra...
um roubo para o sonho é sempre perdoável, não é?
um beijo

daniel sant'iago disse...

"ima"
Por que será que, aqui, não não me sinto quando me "roubam"?
Será porque se acusam ou será a mesma sensação dum...
Beijo roubado.
daniel

daniel sant'iago disse...

"ailéh"
"Ladra" confessa, não peça se_quer! Roube ou rapte!
Todo o perdão num beijo.
daniel

lisa disse...

Amo ou esqueço? Amo sem dúvida. Não resisti e voltei para ler teus poemas.
Um beijo.

daniel sant'iago disse...

"lisa"
Amar é escolha de quem não pode nem quer resistir...
Esquecer é imposição de quem não pode escolher... mas queria amar.
Um beijo de contradição.
daniel
PS: Ai se eu fosse poeta... deixaria de ser "texteiro".