quinta-feira, 11 de maio de 2006

dois vulcões



(texto um)
escalada penosa a da encosta dum vulcão
julgado acessível
no entanto
...
e
...
queimei os dedos na lava rubra do vulcão
julgado adormecido

(texto dois)
escalada penosa a da encosta dum vulcão
julgado acessível
no entanto
...
e
....
queimei os dedos na lava rubra do
teu vulcão
...


(Este texto encontra-se publicado...

... no meu livro)

8 comentários:

ailéh disse...

daniel

ergo.me deste lugar na plateia, onde até há um segundo atrás estava sentada a ler.te...ergo.me e aclamo daniel... BRAVO! BRAVO!!!!

mil beijos

daniel sant'iago disse...

Ailéh
Mil obrigados!
"Brinquei"... mais uma vez...
A diferença que faz um "teu"...
E a foto não ajudava em nada!
Daniel

lisa disse...

Ao ler o teu "texto" apenas me prenuncio com dois gestos:
Com os lábios sorriu e com as mãos bato palmas.

E ainda peço bis.

daniel sant'iago disse...

Lisa
"Esqueci-me" de escrever o título de cada texto...
Obrigado pelo sorriso e pelas palmas!
Quanto ao "bis"... preciso de tempo!
daniel

lique disse...

Muita qualidade na tua escrita! Agradeço-te a visita que me deu oportunidade de conhecer este sítio. Voltarei, decerto.

daniel sant'iago disse...

Lique
Volte sempre.
Obrigado.
daniel

O'Sanji disse...

És vulcão,
lava incandescente.
Queima.
Eu...
estou acordada.

daniel sant'iago disse...

Nem sei que escreva desta leva...
Já sei: não adormeças! E "passa a limpo"!
daniel