domingo, 14 de maio de 2006

manhã de assis


ding musa - "fundo infinito"

que

a dor seja água
e a mágoa flor

a prisão seja...
...
que seja
assis

daniel

4 comentários:

ailéh disse...

estava aqui a ler.te em voz alta... tenho este problema para sentir algo a me fervilhar no sangue... tenho de ler em voz alta ... é assim que sinto o que leio na plenitude.... e senti.te poro a poro... em toque a toque..arrepio a arrepio... e agora silêncio.. não há nada mais a dizer...

um beijo assis ternurento

lique disse...

Que seja o despojar de sentimentos e a beleza simples. Só assim será assis...
Palavras para saborear, as tuas.
beijos

daniel sant'iago disse...

Ailéh
Ler em voz alta permite-nos lermo-nos e escutarmo-nos...
E a interioridade agradece.
daniel

daniel sant'iago disse...

Lique
Sabe-me bem a simplicidade dum bago maduro...
E há palavras com sabor a paz.
Beijo.
daniel