terça-feira, 2 de maio de 2006

... e depois de assumir as contradições...


anónimo, the ridicule

Quando assumo tomo como meu um erro ou uma posição...
Quando assumo tomo consciência dum acto que cometi...

Quando me contradigo...
... não digo o que penso...
... não faço o que digo...
... não ajo como penso.

Quando assumo uma contradição,
...
E depois?

Assumo a incoerência... .
ou
Assumo a incoerência...

Assumir uma contradição é em si uma contradição...
...

Como é possível ser sem viver em contradição?

...
O sofrimento foi a tua solução!


(Este texto encontra-se publicado...

... no meu livro)

6 comentários:

ailéh disse...

daniel
e depois de assumirmos as contradições?.. o que resta no subconsciente da contradiçao ou da incoerência....?

um novelo sem pontos...


ainda bem que nos contradizemos assumidamente ... sinal que evoluimos e nos assumimos como seres mutantes...

um beijo assumido e incoerente

daniel sant'iago disse...

ailé
Encontraremos uma ponta do novelo após o sofrimento?
Um beijo de quem busca...
daniel

ailéh disse...

encontraremos sempre uma nova ponta no novelo ( mesmo que quebradiça ou já gasta) esta é uma das minha maiores certezas...

um beijo...certeiro

daniel sant'iago disse...

ailéh
Com ou sem sofrimento...
Um beijo.
daniel

noitesluacheia disse...

Assumidamente gosto de cá vir.
Um beijo.

daniel sant'iago disse...

noitesdeluacheia
E eu gosto de a ter por cá!
Seja bem-vinda!
Um beijo "assumido".
daniel