segunda-feira, 15 de maio de 2006

mel de aguarela



uma aguarela
flor abelha amarela vermelha labor

sugado o néctar da flor vermelha amarela
a abelha não destrói nem a cor nem o perfume

extrai o mel
da aguarela

daniel

8 comentários:

O'sanji disse...

Simplicidade que conseguiu dar cor e odor às palavras.
Bj cheiroso desejando uma boa semana

daniel sant'iago disse...

O'sanji
Sabe-me muito bem contemplar, na interioridade duma segunda-feira, a cor, o odor, o sabor e o trabalho dum pintor ou duma abelha...
Obrigado e um beijo.
daniel

ailéh disse...

AMEI Amei e amei e mais uma vez amei cada trajecto, cada dezlize do pincel que decorou a mel esta aguarela...

um beijo vermelho

daniel sant'iago disse...

Ailéh
Dá muito prazer ver que os outros gostam... Tenho pena que os comentários "negativos" não apareçam com mais assiduidade... Ajudava-me a não cometer deslizes.
daniel

ailéh disse...

quando é perfeito...está perfeito... nada há mais a acrescentar...
cabe.nos apenas a evoluirmos dentro do nosso ser e a exigirmos de nós mesmos maise mais... e este já é um grande desafio...
e desculpa daniel deliza sem medos, deslizar é tão bommmmm:))))))

um beijo deslizante

daniel sant'iago disse...

Ailéh
A perfeição é uma utopia e, a nós, resta-nos percorrer o caminho até ela...
De facto, sempre gostei de deslizar... e não só nos escorregas dos parques de crianças.
Só um cuidado: não partir a cabeça! Faz sofrer e não vale a pena...
daniel

lisa disse...

A abelha,
o perfume,
as cores,
vermelha, amarela,

Como é bela a aguarela!

Um Beijo.

daniel sant'iago disse...

Lisa
Uma aguarela de palavras sem tintas...
Continuo a brincar com elas... Tal e qual como tu neste comentário!
Beijo.
daniel