domingo, 4 de junho de 2006

... e ...









ontem
em nó de água salgada
alaguei a alma

hoje
entendo
o sabor salgadio
das minhas lágrimas
e
do meu suor

e
na tua boca
e
nos teus lábios
e
a sede do mar
e
a sede de mim em ti
e
a sede de ti em mim

um nó
de água salgada
nesta manhã


daniel

11 comentários:

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Beijos e boa semana.

daniel sant'iago disse...

Obrigado.
Bom trabalho.

Outros.
daniel

*Belynha* disse...

Já não me lembro do sabor das lágrimas que tantas vezes lambi...
Obrigada por me recordares que são salgadas...

De sal, sei o sabor do suor e da areia da praia...

Gostei muito deste jogo de sentidos.
Beijo,
*Bely*

o'Sanji disse...

De sal conheço o sabor das minhas lágrimas!
De sal gosto mais o sabor dos corpos!
Bjs

ailéh disse...

perdi.me no nó de agua salgada...

beijo

lisa disse...

Alaguei a alma ao ler-te.

Beijo.

daniel sant'iago disse...

"belynha"
Partilho o sal, o "brinco" e os sentidos.

Outro.
daniel

daniel sant'iago disse...

"o'sanji"
O salgadio está nas lágrimas e nos corpos...e em.
Só no seu sabor se sabe quanto sem sal é, por voezes, a vida.

daniel sant'iago disse...

"ailéh"
Espero que te reencontres...

Outro.
daniel

daniel sant'iago disse...

"lisa"
Frescura? Gelo?

Outro.
daniel

Anónimo disse...

I say briefly: Best! Useful information. Good job guys.
»