quinta-feira, 21 de setembro de 2006

um "bacio" ou a inaptidão para comprar presentes...

foto de Lauranne, "Le monstre au miroir"
blogonovela às postas
posta terceira

A empregada do balcão pousou-me o bombom entre os cotovelos...

- É um presente... Embrulhe-mo em papel de festa, com um nó no laço prateado. Por favor...
Fixou-me nervosa. Visivelmente perturbada. E repeti, primeiro, para dentro e, em seguida, para ela, sem sombra de qualquer culpa...
- É um presente! Embrulhe-mo em papel de... por favor!
Que estranho! Que dificuldade em embrulhar-me o presente: sobrava o papel de festa prateado... o laço não dava o nó...
Mas será tão difícil assim dar o nó? Passar o laço?
É só fita! Prateada...

[Assustaste a pequena, meu monstro! Sem querer... mas assustaste!]

Olhei-me ao espelho da prateleira dos bombons... Não tinha mudado nada! Era exactamente o mesmo da manhã, no espelho da minha casa-de-banho! Tal e qual! Sem tirar nem pôr! Eu!
Onde estava o monstro, afinal?

[Pediste um "bacio"...
Pediste um "bacio"-por-favor...
Pediste um "bacio"-por-favor-embrulhado-em-papel-prateado...
Pediste um "bacio"-por-favor-embrulhado-em-papel-
prateado-com-laço-no-nó...]


(fim da terceira posta)

daniel

12 comentários:

Anónimo disse...

Hmmm ... intrigante ...estou aqui na expectativa!!!
"Bacio" para ti :)

Ana Luar disse...

Não deve ser dificil embrulhar um bacio per te.... rsrsrsr

Un bacio Daniel... com ou sem embrulho.

lisa disse...

Bem, com tanto "bacio" já me cresce água na boca.

Perando pela posta seguinte.

:-)
:-)

Isabel disse...

Aqui está uma novela com interesse, intriga, suspense, bom texto, boas tiradas de humor, enfim todos os ingredientes para manter o blogueleitor interessado.

Só o bombom poderia ser outro, que esse creio ser o unico bombom no mundo que não gosto, embora nenhum me ocorra que se preste ao trocadilho.

Aguardo próximos capitulos...

Isabel

Al.Jib/Gabriela R. Martins disse...

olha lá ,danizinho
.
.
.
desenvolves ou és sempre assim?

bêjes marados

Vanda disse...

-bom....que será que a quarta posta nos traz? :)

fico à espera :)

bacios sem papel :)

Anónimo disse...

Na expectativa que esta bloguenovela permita aos atentos leitores escolher a próxima posta, proponho:

1) O macho distraído percebe a distracção e, qual "cavaleiro" andante engatatão, oferece o "Bacio" à senhora.

2) O macho distraído percebe a distracção e, no meio da atrapalhação, esquece-se do "Bacio no Balcão".

3) O macho distraído mostra a sua natural arrogância e, depois de embrulhado o Bacio, sai porta fora.

Micas disse...

Nunca imaginei que um "bacio" desse tanto que pensar...
Estou mesmo intrigada com o que se irá passar a seguir...
Então toma lá um beijo (à portuguesa que dá menos trabalho :D)

Maria P. disse...

Alguém disse um dia: Um beijo é um segredo que se dá na boca e não no ouvido...


Baci:O)

Anónimo disse...

...pois...e as minhas histórias(que nem histórias são) é que nunca têm fim...

lá para o Natal a rapariga consegue embrulhar o bacio, mas se fosse eu a balconista...

ahahahahahahahaa

Bacio ;)

Joker disse...

Há aqui uma coisa extremamante positiva...
Olhaste-te ao espelho e eras o mesmo...valha-nos isso!!!!
Por momentos imaginei-te com ar de mutante...com cara de bacio, embrulhado em papel prateado, com um laço ;)

Interessante...mui interessante!!!!

Unknown disse...

Muito obrigado pelos vossos comentários!
E, uma vez mais, senti que os meus textos dão espaço a quem lê...
Fui brincando com as palavras... como sempre!
E... sem querer autopublicidade... leiam, no sábado, a última posta.
Verão que não deixei de ser quem sou!
Uma bloguenovela às postas...
Mas... no fundo, cá bem no fundo... o que eu queria mesmo...
era dar-vos um sorriso!

daniel